clicRBS
Nova busca - outros

Notícias

 | 28/04/2008 16h33min

Mantenha seu olhar iluminado

Aprenda técnicas para evitar olheiras e rugas na área dos olhos

Ao primeiro sinal de cansaço ou envelhecimento da pele, é na região mais delicada do rosto que começam a aparecem as nada desejadas olheiras e rugas. A pele que cobre a área em torno dos olhos tem apenas 0,4 milímetros de espessura, enquanto a do restante do corpo mede 2 milímetros.

Por isso, antes de pensar em se render a tratamentos cirúrgicos, é importante ter alguns cuidados para preservar esta região. Segundo a cirurgiã plástica Joana D'Arc Diniz, diretora científica da Sociedade Brasileira de Medicina Estética, uma noite em que a mulher dorme sem retirar a maquiagem corresponde a três dias de envelhecimento da pele.

– Não é o uso da maquiagem que causa rugas, mas a falta de cuidados para limpar e hidratar o rosto. Essa história de que passar corretivo todo dia para esconder as olheiras gera pé-de-galinha é mito. O problema está na técnica – garante a médica.

Mão leve ajuda bastante

– Para passar o corretivo, por exemplo, é mais indicado usar a ponta do dedo anelar, com leves batidas, para não manchar a pele. A aplicação de um creme ou removedor de maquiagem também deve ser feita delicadamente, evitando esfregar com força – ensina.

Segundo a dermatologista Kátia Castello Branco, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e de Medicina Estética, algumas maquiagens para os olhos possuem na fórmula vitamina C e outras substâncias hidratantes e clareadoras.

– A concentração destes princípios ativos é pequena, mas ajuda a prevenir olheiras. Na hora da pressa para clarear o olhar e tirar o inchaço, a técnica mais simples é colocar sobre os olhos compressas de algodão com chá de camomila ou água boricada –afirma.

Para um resultado mais efetivo, médicos indicam o uso de cremes clareadores em casos mais leves, com a opção de serem solicitados em farmácias de manipulação.

– Quando a mancha embaixo dos olhos é mais escura, associamos os cremes ao uso da luz pulsada (um tipo de laser), realizando de cinco a oito sessões, com intervalos de um mês. Em casos ainda mais acentuados, o último passo do tratamento é o preenchimento com o ácido hialurônico injetável, que pode ser feito uma vez a cada dois anos. Depois do período da adolescência, quando os hormônios se estabilizam, o tratamento está liberado – explica o dermatologista André Braz, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

De acordo com o médico, a técnica de utilização do ácido como tratamento de olheiras foi apresentada este ano no último Congresso Internacional da Academia Americana de Dermatologia.

– A coloração das olheiras vem dos vasinhos que irrigam o globo ocular. Quando dormimos mal, por exemplo, estes vasos se dilatam e a área fica mais escura. Há pessoas com mais tendência a ter olheiras pela carga hereditária.

Tratamento é facilitado se a paciente não esquecer de se proteger do sol

– O filtro solar é o melhor anti-envelhecimento. Manter a pele sempre hidratada e fazer exercícios faciais também são cuidados que evitam o aparecimento precoce de rugas –acrescenta Kátia Castello Branco.

A médica alerta que cremes para o rosto não devem ser passados ao redor dos olhos:

– Geralmente, eles contêm ácido retinóico, que irrita a pálpebra. Por isso, é importante usar um produto anti-envelhecimento específico para a região dos olhos.

AGÊNCIA GLOBO
Vasinhos
Olheiras arroxeadas que surgem cedo, às vezes até na infância. Normalmente, estão relacionadas à predisposição genética e significam um excesso de vasinhos na região embaixo dos olhos. Esses casos são os mais difíceis de tratar. Estresse, noites mal dormidas, cigarro, excesso de bebidas alcoólicas, café e até mesmo o período menstrual pioram o quadro, pois estimulam o fluxo sanguíneo e dilatam os vasos da região.

Tratamentos: Compressas, cremes específicos e aplicação de laser são os recursos disponíveis para amenizar esse tipo de olheiras.

1 - Compressas de chá de camomila gelado funcionam em casos de olheiras causadas por vasodilatação. Elas promovem uma constrição dos vasos do local, aliviando o tom arroxeado. A camomila é calmante e tem ação vascular.

2 - Cremes específicos contêm ingredientes que clareiam as olheiras (vitamina C, ácido Kójico, ácido fítico, arbutin e hidroquinona), ativam a circulação e drenam os líquidos da região, evitando o inchaço (camomila, hamamélis, tília, arnica e bardana e vitamina K1).

Sozinhos, os produtos antiolheiras não fazem milagre. São mais eficientes quando usados como coadjuvantes de outros tratamentos. É preciso ter paciência e disciplina para usar creme, uma ou duas vezes por dia. Aplique-o fazendo massagem no sentido horário. Comece com movimentos circulares a partir do canto externo da pálpebra superior em direção ao conto interno, próximo ao nariz. Se você tem bolsas de gordura embaixo dos olhos, coloque pequenas porções do creme na região e espalhe dando leves batidinhas com a ponta dos dedos. Desta forma, em cerca de um mês e meio você começa a notar os efeitos do creme.

O laser (Krypton, Versa Pulse, Dye Laser e Photoderm) é o método mais moderno para eliminar olheiras. A energia do laser é atraída pelo pigmento do vaso e acaba destruindo-o. A técnica produz bons resultados em pessoas de pele clara, que têm vasos bem aparentes. A pele morena, pelo contrário, dificulta o reconhecimento dos vasos sanguíneos pelo raio laser e há um risco grande de o tratamento ser ineficaz. Por isso, deve ser avaliado com cautela nesses casos. São necessárias, no mínimo, seis sessões. Durante esse período, filtro solar é indispensável, pois a pele pode manchar no contato com o sol.
Melanina
A concentração de melanina (pigmento que dá cor a pele) na região das pálpebras inferiores, mais comum em pessoas com idade acima dos 35 anos, também detona as olheiras. Neste caso, a mancha é acastanhada.

Tratamentos: Peelings suaves, cremes específicos e laser são os recursos disponíveis para amenizar esse tipo de olheiras. Os peelings suaves, à base de ácidos retinóico ou glicólico, em concentrações adequadas para a área dos olhos, promovem a renovação da camada superficial da pele, amenizando as olheiras. Realizado no consultório médico, o procedimento pode ser aplicado apenas nas pálpebras ou em todo rosto, dependendo da qualidade da pele da paciente. Também pode ser feito peeling com o laser Erbium, localizado nas pálpebras, quando o problema for de excesso de pigmentos.
Bolsas
Elas surgem devido à retenção de líquidos ou ao acúmulo de gordura nas pálpebras inferiores, e formam uma sombra na pele, dando a impressão de haver olheiras.

Tratamentos: Dependendo da causa (retenção de líquido ou acúmulo de gordura), há tratamentos específicos.

A drenagem linfática, massagem que estimula a circulação sanguínea e linfática, é indicada para casos de retenção de líquidos na região embaixo dos olhos. A drenagem pode ser feita manualmente por uma esteticista especializada ou por meio de aparelho - o Skintonic - aplicado pelo dermatologista. Já na primeira sessão é possível para notar alguma melhora, mas o tratamento completo dura de oito a doze sessões.

A cirurgia plástica é um solução definitiva para quem tem acúmulo de gordura embaixo da pálpebra. Com bisturi ou raio laser, o médico remove a bolsa de gordura e, se necessário, o excesso de pele.
Divulgação, Agência Globo / 

Colocação de rodelas de pepino é técnica tradicional para reduzir olheiras
Foto:  Divulgação, Agência Globo


Veja mais em Saúde e Beleza
Comente esta matéria

Notícias Relacionadas

24/04/2008 15h39min
Siliconada, mas segura
24/04/2008 15h05min
Perfume-se
24/04/2008 11h25min
Celulite: combata os furinhos
24/04/2008 10h12min
Deixe seus dentes branquinhos
17/04/2008 14h11min
Loiríssima, eu?
 
SHOPPING
  • Sem registros
Compare ofertas de produtos na Internet

Grupo RBS  Dúvidas Frequentes | Fale Conosco | Anuncie | Trabalhe no Grupo RBS - © 2022 clicRBS.com.br • Todos os direitos reservados.