clicRBS
Nova busca - outros

Notícias

 | 24/04/2008 11h25min

Celulite: combata os furinhos

Maior inimiga da beleza das mulheres pode ser minimizada

Cristina Wagner  |  cristina.wagner@rbsonline.com.br

Lipodistrofia Ginóide. Sim, esse é o nome da inimiga número um do corpo feminino: a celulite. É o resultado de diversas alterações no tecido de gordura, que geram nódulos na pele.

Os famosos e tão odiados buraquinhos têm surgido cada vez mais cedo nas meninas. Médicos especialistas em estética já detectam celulite de grau quatro, com nódulos visíveis e dolorosos, já em adolescentes.

Causas

A celulite está relacionada principalmente à herança genética (sim, você já nasceu predisposta a ela). Cerca de 65 a 70% das mulheres latinas acima de 30 anos têm algum grau de celulite. Quanto mais o corpo for em formato de violão, maior a probalidade, já que a gordura acumula-se em torno dos quadris. As mulheres negras são menos propensas à celulite.

 A má alimentação também é um fator decisivo: dieta com muitas calorias e gorduras e pobre em proteínas, fibras, líquidos e sais minerais são fatais. A falta de exercícios físicos piora ainda mais a situação, pois o aumento da quantidade de gordura no corpo altera o fluxo sangüíneo, o que dificulta a oxigenação dos tecidos e as trocas metabólicas no organismo.

Prevenção

> Diminua o consumo de carboidratos, gorduras e sal;
> Não tome refrigerante;
> Evite os doces e gorduras;
> Tome muita água;
> Evite banhos muito quentes (dilata os vasos e piora o inchaço);
> Exercite-se! Isso diminui o tecido gorduroso e melhora a circulação sanguínea;
> O sol disfarça um pouco a celulite, mas não é por isso, que se deve abusar dele - vá com calma;
> Evite roupas muito apertadas;
> Não fume e modere no consumo de bebidas alcoólicas.

Tratamento

Os tratamentos estéticos hoje oferecidos são eficientes, mas não fazem milagres. Quando a celulite já se instalou, os resultados demoram a aparecer. Os tratamentos são prescritos após uma avaliação médica, clínica e nutricional. A qualidade da pele, bem como o grau de celulite, são analisados. O ideal é que intestino preso e acúmulo de radicais livres sejam normalizados antes do início dos procedimentos.

Um tratamento intensivo leva cerca de dois meses e envolve sessões de carboxiterapia, manthus, subcisão, endermologia e dermadeep (veja detalhes abaixo). Para obter um bom resultado, recomenda-se drenagem linfática semanalmente durante os dez meses seguintes.

 Manthus
> Trata-se de um equipamento computadorizado que gera ultra-som associado a orrente elétrica, proporcionando a queima de gorduras e a drenagem linfática da região. Por meio desse processo, as células de gordura são fragmentadas e facilmente expulsas do corpo.
> Além de tratar a celulite, o Manthus combate a gordura localizada.
> É indicado fazer 10 aplicações para se obter o resultado desejado.
Endermologia
> O aparelho de endermologia é composto de dois cilindros massageadores que funcionam por meio de deslizamento e sucção. A técnica associa drenagem linfática e massagem. O método é eficiente para combater a celulite mais espalhada.
> O paciente deve fazer 10 sessões, com duas aplicações por semana.
Carboxiterapia
> É a aplicação de injeções de gás carbônico diretamente nas áreas afetadas, a cada duas semanas
> São feitas de 12 a 20 sessões, que devem ser repetidas após seis a dez meses.
Subcisão
> Consiste em uma cirurgia rápida, em ambulatório, na qual uma agulha ligada a um bisturi repuxa a pele da depressão.
> É a única maneira de eliminar os grandes buracos causados pela celulite
> Quem se submete à técnica fica com manchas roxas na pele por cerca de um mês.
Dermadeep
> É um aparelho que trata celulite e flacidez de maneira indolor através de rádio-freqüência, estimulando a produção de colágeno.
> Recomenda-se a aplicação de uma sessão a cada 30 dias.
 Drenagem Linfática
> É uma técnica de massagem com movimentos suaves e precisos, em forma circular e espiral, que drenam a linfa, responsável por recolher as toxinas do organismo e oxigenar a pele.
> A massagem pode ser manual ou realizada por aparelhos e é recomendável que o profissional comece pelos pés e suba até as mãos, respeitando a circulação sangüínea.
> O procedimento ajuda a diminuir a celulite, mas não a elimina completamente.
gil wikon - banco de dados / 


Foto:  gil wikon - banco de dados


Saiba mais em Saúde e Beleza
Comente esta matéria

Notícias Relacionadas

24/04/2008 10h12min
Deixe seus dentes branquinhos
17/04/2008 14h11min
Loiríssima, eu?
 
SHOPPING
  • Sem registros
Compare ofertas de produtos na Internet

Grupo RBS  Dúvidas Frequentes | Fale Conosco | Anuncie | Trabalhe no Grupo RBS - © 2022 clicRBS.com.br • Todos os direitos reservados.