clicRBS
Nova busca - outros

Notícias

Mobilidade urbana  | 28/08/2014 22h41min

Prefeitura de Florianópolis apresenta primeiro balanço do plano de metas para gestão Cesar Souza Junior

Atualização das 71 ações que visam solucionar problemas da capital ocorreu nesta quinta-feira

Atualizada às 22h41min Gabriel Rosa  |  gabriel.rosa@diario.com.br

Prefeito e secretários municipais, vereadores, empresários, entidades não-governamentais, imprensa, movimentos sociais e estudantes. O primeiro balanço do Plano de Metas da gestão Cesar Souza Junior (2013-2016), apresentado na noite desta quinta-feira na Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), foi acompanhado por cerca de 140 pessoas.

O plano partiu de propostas do movimento Floripa Te Quero Bem e estabelece objetivos para melhorar a qualidade de vida na capital até 2016. A ideia é que o andamento das ações seja atualizado pela prefeitura periodicamente, em eventos públicos como o desta quinta-feira.

Leia mais:
:: Acompanhe a página do Floripa Te Quero Bem no Facebook
:: "O cidadão precisa cobrar", aponta membro do movimento
:: "Quando há metas, há pressão" diz prefeito sobre plano de ações

O grupo de pesquisa Observatório Floripa Cidadã, ligado ao Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas (Esag) da Udesc abriu a apresentação, apontando atualizações nos dados referentes a saúde, segurança pública e outros. Esses indicadores guiaram a prefeitura na hora de formular o plano e são atualizados periodicamente pelo grupo.

– É importante tirar a administração pública do empirismo. Por isso, o plano é um processo construtivo: as atualizações nos dados podem criar a necessidade de alterações nos objetivos. O maior erro de alguns foi achar que ele nunca poderia ser alterado, ou que precisaria ser um consenso – afirmou o prefeito.

Cada secretário também demonstrou e explicou o andamento das ações competentes à pasta. Dos objetivos estabelecidos, grande parte teve algum tipo de encaminhamento desde março – quando o Plano de Metas foi assinado –, mas até agora, poucos foram cumpridos na íntegra.

Para Gabriel Casara, diretor-geral em SC de Jornais e Internet do Grupo RBS, as ações concretas que o plano exige abrem espaço para soluções inéditas, porém simples, aos problemas que Florianópolis enfrenta. 

– É muito importante abrir canais de comunicação com grupos ou movimentos ou associações que já trabalham diretamente com as dificuldades da cidade. Estas pessoas são as que costumam apresentar as propostas mais próximas de uma solução prática.

O Grupo RBS é um dos quatro integrantes do conselho gestor do Floripa Te Quero Bem, junto com os institutos Vilson Groh (IVG), Guga Kuerten (IGK) e o Instituto Comunitário Grande Florianópolis (Icom).  

Movimento acompanha progresso do plano

Gerente executivo do Instituto Comunitário Grande Florianópolis (Icom), uma das entidades que compõem o projeto, Anderson Giovani da Silva explica que o grupo acompanha de perto o progresso das ações, mas apenas a prefeitura possui estrutura para mensurar o cumprimento das metas em tempo real. Por isso, uma das premissas é que, a partir de agora, o Executivo atualize a situação a cada três meses.

– Podemos ter a informação de que uma meta foi 25% cumprida, por exemplo, mas o que exatamente isso significa? Obras construídas, profissionais contratados? Entendemos as dificuldades causadas pela burocracia, mas alguém precisa fiscalizar constantemente para que as medidas sejam cumpridas. E esse é o nosso papel.

:: Histórico do movimento Floripa Te Quero Bem:

O Floripa Te Quero Bem é um movimento criado em novembro de 2011, após o tenista Guga Kuerten levantar a possibilidade de deixar a cidade devido à redução da qualidade de vida. A declaração levou à realização do Painel RBS, que promoveu um debate sobre o futuro da Capital.

No ano seguinte, a campanha deixou de ser temporária e se transformou em um movimento que tem a participação do Instituto Guga Kuerten, do Instituto Comunitário Grande Florianópolis (Icom), do Instituto Vilson Groh (IVG) e do Grupo RBS.


Confira quais são as 71 metas
estabelecidas pela prefeitura:


::Eixo 1: Compromisso social::
- Ampliar 4.000 vagas no ensino infantil, construindo 26 novas creches.
- Permitir matrícula em período de verão em 20 creches.
- Aumentar para 6.4 o IDEB das séries iniciais e 5.2 nas séries finais do ensino fundamental
- Construir 2 CIEB´s (Centro de Inovação da Educação Básica)
- Oferecer 3 mil vagas no ensino fundamental integral
- Construir 44 academias de ginásticas e oferecer instrutores
- Criar serviço Remédio em Casa
- Construir oito e reformar 20 centros de saúde
- Criar duas UPAs da Criança
- Construir 500 moradias sociais
- Criar conselho tutelar no Sul da Ilha
- Aumentar em 30% efetivo da Guarda Municipal
- Expandir a Cobertura de Saúde da Família para 95%, no município de Florianópolis até 2016.
- Implementar o projeto Saúde do Trabalhador, mantendo equipes de Saúde da Família itinerantes nas escolas.
- Atender 85% dos exames e consultas especializadas em um prazo inferior a 90 dias.
- Criar o serviço SOS Social, para a proteção de pessoas em situação de risco.
- Ampliar o sistema de proteção social.
- Implantar o Projeto Viva Terceira Idade.
- Realizar 15.000 abordagens de fiscalização de trânsito (Lei Seca).

::Eixo 2: Desenvolvimento da Cidade::
- Construir o teleférico no Morro da Cruz
- Construir a ciclovia da Osni Ortiga
- Construir Anel Viário em volta ao Morro da Cruz, com faixa preferencial de circulação de ônibus. (BRT + CICLOVIA)
- Construir elevado do Rio Tavares
- Revitalizar a Ivo Silveira ( BRT + CICLOVIA)
- Revitalização da Rua Padre Rohr
- Ampliar a integração com cartão nos pontos de ônibus.
- Montar a Central de Inteligência do Trânsito para monitorar em tempo real o sistema de trânsito da cidade
- Revitalização do Terminal de Capoeiras, para integração do transporte intermunicipal
- Implantação do AquaVia Gastronômica propiciando transporte para Lagoa, Costa da Lagoa e Barra da Lagoa
- Construir um crematório
- Aumentar para 65% a cobertura no saneamento básico
- Regularização fundiária de dois mil terrenos
- Revitalizar o entorno da Ponte Hercílio Luz
- Revitalizar a Orla do Bairro José Mendes
- Criar ciclofaixas de domingo em ruas de lazer
- Projeto Viva Praça, construindo 26 praças
- Requalificar o Centro Histórico
- Revitalizar o aterro da Baía Sul
- Ampliar 20 quilômetros do sistema cicloviário
- Construir uma capela mortuário no Continente
- Reestruturar o Procon do Continente
- Construir o Mercado Público do Continente
- Fazer 48 edições do Empreendedor no Bairro
- Capacitar 10 mil pessoas para empregabilidade
- Criar serviço de inspeção para certificar produtos de origem animal
- Criar quatro núcleos de oportunidades
- Aumentar o número de feiras de artesanatos
- Disponibilizar 500 barracas de feiras padronizadas
- Criar o selo de ônibus do turismo
- Desenvolver marca turística da cidade
- Fazer quatro eventos anuais: Fenaostra, Evento Náutico, Festival de Inverno e Natal
- Criar duas centrais de atendimento ao turista
- Disponibilizar 20 banheiros químicos em pontos turísticos
- Criar observatório do de monitoramento do turismo
- Manter e fortalecer a Maratona Cultural
- Promover concursos para fomentar 189 projetos de artistas locais de todos os 16 segmentos reconhecidos pelo Conselho Municipal de Cultura.
- Consolidar a sustentabilidade ambiental no município de Florianópolis por meio do Licenciamento Ambiental
- Aumentar para 20% o percentual de resíduos destinados para reciclagem.
- Ampliar em 23,81% a frota de veículos de limpeza.
- Implantar duas novas centrais de beneficiamento dos resíduos de podas.
- Expandir a coleta seletiva de vidro utilizando a rede de eco pontos em todas as regiões da cidade.
- Implantar a rede de pontos de coleta para entrega voluntária de lixo - Ilhas Ecológicas.
- Ampliar em 10% da rede de parceiros para educação ambiental.
- Equipar as intendências com veículos, retroescavadeira e caminhões.

::Eixo 3: Governança::
- Descentralizar a estrutura do Pró-cidadão.
- Implantar o Portal Prefeitura em Casa.
- Criar o Conselho da Cidade.
- Criar o Gabinete Digital
- Realizar quatro edições do Orçamento no Bairro.
- Realizar 80 edições do Prefeitura no Bairro.
- Alocar equipe de Guardas Municipais para realizar 30.000 reuniões e visitas às escolas municipais.


Indicadores que
estimularam o plano

• Segurança

Receptação, estupro e roubo são os crimes que mais cresceram em Florianópolis de 2008 a 2010. Apesar do aumento da criminalidade — roubos em 78%, por exemplo — Florianópolis ainda é uma das capitais mais seguras do país, ficando em 25º no ranking das 27 capitais brasileiras ordenadas pela taxa de homicídio em 2008, de acordo com o Mapa da Violência 2011 (Instituto Sangari em parceria com o Ministério da Justiça).

Desafios: reduzir os crimes de rua, combater crimes contra crianças e mulheres, tornar as polícias integradas entre outros.

• Planejamento
Florianópolis é a quarta cidade e a primeira capital do país no ranking do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de 2000, que é calculado com base em critérios de renda, saúde e educação. No entanto, a cidade ainda deixa a desejar em alguns aspectos, como saneamento básico — o município declarou tratar 56% do esgoto em 2007 e 40% em 2008. Atualmente, 55% da população urbana têm tratamento de esgoto, conforme a Casan.

Desafios: elevar a nota do Ideb, aumentar oferta de creches para crianças de 0 a 3 anos, melhorar sistema de saúde, entre outros.

• Mobilidade
O carro é o meio de transporte mais usado durante a semana em Florianópolis, segundo pesquisa do Instituto Mapa e do Grupo RBS. Com o aumento crescente da frota — são quase 200 mil carros e 40 mil motocicletas — o tráfego é cada vez mais intenso. Há cerca de 178 mil veículos circulando diariamente entre a Ilha e o continente. 

Desafios: diminuir a necessidade de deslocamento, diversificar e integrar o transporte, criar políticas de mobilidade, entre outros.

DIÁRIO CATARINENSE
Charles Guerra / Agencia RBS

Secretarias apresentaram metas, orçamento e resultados previstos para o fim de 2016
Foto:  Charles Guerra  /  Agencia RBS


Comente esta matéria

Notícias Relacionadas

27/08/2014 20h27min
Floripa Te Quero Bem realiza encontro de prestação de contas à comunidade

_________________________________

Folheie o caderno lançado pelos jornais do Grupo RBS




_________________________________

Entidades sociais


Conheça algumas ONGs e OCIPs que lutam pela melhoria de Florianópolis


Grupo RBS  Dúvidas Frequentes | Fale Conosco | Anuncie | Trabalhe no Grupo RBS - © 2011 clicRBS.com.br • Todos os direitos reservados.