clicRBS
Nova busca - outros
 

Jornal de Santa Catarina

16/04/2010 | N° 11914AlertaVoltar para a edição de hoje

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Aviso: Nesta sexta-feira, e nas próximas, não haverá expediente na prefeitura de Rodeio

Com arrecadação reduzida, prefeito corta atendimento, hora-extra e até o cafezinho

RODEIO - O caminhoneiro Joacir Melo Vieira deslocou-se até a prefeitura sexta-feira para pegar o carnê do IPTU e foi surpreendido com as portas fechadas. Voltou para casa sem explicação. A medida adotada pelo poder público desde o dia 9 é uma resposta à redução do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e busca diminuir as despesas para equilibrar as contas. Desde então, a prefeitura fecha as portas todas as sextas-feiras.

Além da interrupção do atendimento ao público uma vez por semana, as horas-extras dos funcionários foram cortadas, com exceção dos servidores da saúde, e o cafezinho também. Mas no gabinete do prefeito ele ainda é servido, e inclusive foi oferecido à repórter e ao fotógrafo do Santa durante a produção da reportagem, quarta-feira.

O FPM teve uma redução de 15%: de R$ 364 mil em janeiro de 2009 para R$ 309 mil em janeiro deste ano. A arrecadação mensal, que oscila entre R$ 1 milhão e R$ 1,1 milhão, caiu para R$ 874 mil, segundo o presidente da Câmara, Paulo Weiss (PT).

– Nossa missão como administradores é equilibrar receitas e despesas. Quando as receitas começam a ser menores que as despesas, é preciso tomar uma atitude – defende o secretário de Administração e Fazenda, Geraldo Furlani.

O prefeito em exercício, Genor Girardi (PSDB), argumenta que a decisão de fechar a prefeitura envolve questões administrativas e é temporária. Não se estende ao funcionamento dos postos de saúde, das escolas e recolhimento de lixo.

– É algo passageiro. Devemos manter essa medida por este mês. Em maio, com o pagamento à vista do IPTU, a arrecadação deve aumentar e a situação voltará ao normal – acredita Girardi.

O maior custo da prefeitura é com a folha de pagamento dos funcionários, em torno de R$ 505 mil. As despesas totais no mês de março foram de R$ 1,1 milhão.

magali.moser@santa.com.br

MAGALI MOSER

Grupo RBSDúvidas Frequentes| Fale Conosco | Anuncie - © 2000-2014 RBS Internet e Inovação - Todos os direitos reservados.