clicRBS
Nova busca - outros

Indicadores Econômicos

Página inicial > Glossário

Glossário

Abatimento
Mesmo que dedução
Abertura de crédito adicional
Decreto do Poder Executivo determinando a disponibilidade do crédito orçamentário, com base em autorização legislativa específica.
Ação
Título negociável, que representa a menor parcela em que se divide o capital de uma sociedade anônima.
Ação ao portador
Desde 1990 este tipo de ação não existe mais. Esse tipo de ação não trazia o nome do seu proprietário. Portanto, pertencia a quem a tivesse em seu poder.
Ação cheia
Ação cujos direitos ? dividendos, bonificação, subscrição ? ainda não foram exercidos.
Ação com valor nominal
Ação em que o valor é declarado no estatuto social da companhia e que figura nos certificados representativos das ações, devendo esse valor ser igual para todas as ações da companhia.
Ação endossável
Tipo de ação nominativa que pode ser transferida mediante endosso.
Ação escritural
Ação nominativa sem a emissão de certificados, mantida em conta de depósito de seu titular, na instituição depositária que for designada.
Ação golden share
Ação "dourada" é uma classe especial, que detém o direito do controle.
Ação listada em bolsa
Ação negociada no pregão de uma bolsa de valores.
Ação nominativa
Ação que identifica o nome de seu proprietário, que é registrado no Livro de Registro de Ações Nominativas da empresa.
Ação ordinária
Ação que proporciona participação nos resultados econômicos de uma empresa. Confere ao seu titular o direito de voto em assembléia.
Ação preferencial
Ação que oferece a seu detentor prioridade no recebimento de dividendos e/ou, no caso de dissolução da empresa, no reembolso de capital. Em geral não concede direito a voto em assembléia.
Ação sem valor nominal
Ação para a qual não se convenciona valor de emissão, prevalecendo o preço de mercado por ocasião do lançamento.
Ação vazia
Ação cujos direitos ? dividendo, bonificação e subscrição ? já foram exercidos.
Ação-objeto
Valor mobiliário a que se refere uma opção.
ACC
Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC). Esta é uma operação de crédito realizada pelos bancos comerciais, através da carteira de câmbio, com exportadores.
Acionista
Aquele que possui ações de uma sociedade anônima.
Acionista majoritário
Aquele que detém uma quantidade tal de ações com direito a voto que lhe permite manter o controle acionário de uma empresa.
Acionista minoritário
Aquele que é detentor de uma quantidade não expressiva ? em termos de controle acionário ? de ações com direito a voto.
Ações de segunda linha
Ações de empresas privadas de médio e pequeno porte, com baixa liquidez e pouca procura no mercado de ações.
Acquirer
É a administradora que pode afiliar estabelecimentos ao sistema de cartões de crédito da bandeira da qual é associada. Este tipo de administradora tem a função de gerenciar, pagar e dar manutenção aos estabelecimentos afiliados da bandeira.
Ad valorem
"Conforme o valor". Um tributo "ad valorem" é aquele cuja base de cálculo é o valor do bem tributado. Contrasta com o tributo específico, arrecadado conforme uma dada quantia por unidade de mercadoria.
Adjudicação
Processo pelo qual se passa uma procuração a uma terceira parte, um agente fiduciário, dando-se amplos direitos de liquidar seus ativos para satisfazer as reivindicações de credores. No processo licitatório, é a manifestação oficial pela proposta mais vantajosa.
Administração ativa
Estratégia para se administrar um fundo de investimento, na qual o gestor compra e vende ações tentando obter uma rentabilidade que supere a do índice estabelecido como referência.
Administração direta
Estrutura administrativa da presidência da República e dos ministérios.
Administração financeira
Ação de gerenciar as finanças públicas privadas.
Administração indireta
Conjunto de entidades públicas dotadas de personalidade jurídica própria, compreendendo:
a - Autarquias;
b - Empresas públicas;
c - Sociedades de economia mista;
d - Fundações públicas.
Administração passiva
Estratégia para se administrar um fundo de investimento, na qual o gestor do fundo investe em ações buscando acompanhar o índice previamente definido. Desse modo, o retorno do fundo será correspondente a, aproximadamente, o retorno do índice escolhido.
Administrador público
Pessoa encarregada de gerir negócios públicos.
ADRs
American Depositary Receipts (ADRs). Recibos de ações através dos quais empresas não sediadas nos Estados Unidos podem negociar seus papéis no mercado de capitais norte-americano.
ADSL
Asymmetric Digital Subscriber Line ? Tecnologia que permite uma transmissão de dados mais rápida através de linhas de telefone do que um modem convencional pode oferecer.
Adware
Programas que trazem para a tela do usuário algum tipo de propaganda.
After market
Pregão eletrônico noturno que ocorre todos os dias após o fechamento do pregão regular. Só estão autorizadas operações no mercado à vista.
Ajuste
Instrumento através do qual um ministério ou órgão adjudica a outro ministério ou órgão a execução de projetos e atividades constantes de seus programas de trabalho. O ajuste é utilizado somente quando forem partes, entre si, os próprios ministérios ou órgãos dos poderes da União, por intermédio de suas unidades orçamentárias ou gestoras intervenientes.
Aladi
Associação Latino-americana de Integração.
Alavancagem
1 - nível de utilização de recursos de terceiros para aumentar as possibilidades de lucro de uma empresa, aumentando, conseqüentemente, o grau de risco da operação; 2 - possibilidade de controle de um lote de ações, com o emprego de uma fração de seu valor nos mercados de opções, termo e futuro ? enquanto o aplicador se beneficia da valorização desses papéis, que pode implicar significativa elevação de sua taxa de retorno.
Alcance
Desfalque, apropriação indébita de dinheiro e/ou outros valores de terceiros.
Alice
Análise das Informações de Comércio Exterior.
Alienação de bens
Transferência de domínio de bens a terceiros.
Alienação fiduciária
Transferência ao credor do domínio e posse de um bem, em garantia de pagamento por uma obrigação que lhe é devida por alguém. O bem é devolvido a seu antigo proprietário depois que a dívida for resgatada.
Alíquota
1 - relação percentual entre o valor do imposto e o valor tributado;
2 - soma em dinheiro a ser paga por uma unidade de imposto;
3 - elemento constituinte do imposto;
4 - percentual a ser aplicado sobre um determinado valor líquido tributável (base de cálculo), dando como resultado o valor do imposto a ser pago.
Alocação de recursos
Expressão utilizada pelo mercado para definir a escolha dos ativos que irão compor as carteiras. Trata-se justamente da seleção dos ativos que serão parte integrante de uma carteira de investimentos e em que quantidade.
Alocar
Destinar recursos a um fim específico ou a uma entidade.
AMA
O Aviso de Movimentação de Ações (AMA) é um comunicado emitido pela bolsa de valores aos investidores sempre que uma negociação é realizada em seu nome no mercado. Através deste documento, o investidor obtém informações precisas e seguras sobre suas operações, além de valer como comprovante. É enviado pela bolsa diretamente ao investidor, sem o intermédio da corretora.
Amortização de empréstimo
Extinção gradativa de uma dívida por meio de pagamento parcelado. As parcelas de amortização são também conhecidas como principal da dívida.
Análise de balanço
Documento cujo objetivo é observar e confrontar os elementos patrimoniais de uma empresa (ativos e passivos), visando ao conhecimento minucioso de sua saúde financeira.
Análise fundamentalista
Projeção do comportamento das ações a partir do estudo das características particulares de cada empresa. Utilizam-se demonstrações financeiras divulgadas pela empresa assim como de informações setoriais e macroeconômicas para fundamentar recomendações sobre quais papéis devem ser comprados ou vendidos.
Análise grafista
Também conhecida por análise técnica, a análise grafista realiza uma projeção do comportamento das ações a partir de cotações passadas, para se chegar a uma avaliação de compra ou venda destes papéis.
Análise incremental
Método de análise orçamentária que consiste em dividir os recursos disponíveis em pequenos incrementos e considerar qual dos usos alternativos de cada incremento proporcionaria maior retorno. O conceito de utilidade marginal indica que a comparação de valores incrementais é significativa e necessária somente às margens ou próximo delas.
Andar de lado
Mercado fraco, sem tendência definida, estagnado. Aplicação emprego da poupança na aquisição de títulos, com o objetivo de auferir rendimentos.
Andima
Associação Nacional das Instituições do Mercado Aberto (Andima). Instituição que reúne bancos comerciais, múltiplos e de investimento, sociedades corretoras e distribuidoras de valores.
Ano financeiro
Período correspondente à execução orçamentária. No Brasil coincide com o ano civil.
Antecipação da receita
Processo pelo qual o tesouro público pode contrair uma dívida por "antecipação da receita prevista", a qual será liquidada quando efetivada a entrada de numerário.
Anterioridade tributária
Princípio que veda a cobrança de um tributo no mesmo exercício financeiro em que haja sido publicada a lei que o instituiu ou aumentou.
Anualidade do orçamento
Princípio orçamentário que estabelece a periodicidade de um ano para as estimativas da receita e fixação da despesa, podendo coincidir ou não com o ano civil.
Anualidade do tributo
Princípio pelo qual um tributo só pode ser cobrado, se houver, para tanto, autorização orçamentária.
Anulação do destaque ou provisão
Ato de tornar sem efeito crédito concedido pelo destaque ou provisão. Poderá ser total ou parcial e somente poderá ser efetuada pela unidade responsável pela descentralização nas seguintes situações:
a - quando houver engano no valor do crédito descentralizado ou necessidade de reduzi-lo;
b - quando houver alteração orçamentária que justifique a providência;
c - quando se tornar necessária a compressão de despesa;
d - quando houver cancelamento do ato que lhe deu origem; ou
e - quando a provisão ou destaque tiver sido feito indevidamente ou inadequadamente.
Anulação do empenho
Cancelamento total ou parcial de importância empenhada.
Aplicadora
O mesmo que unidade aplicadora.
Apólices
1 - Título representativo da dívida pública, de obrigação civil e/ou mercantil.
2 - Certificado escrito de uma obrigação mercantil.
3 - Ação de companhia.
4 - Ação de sociedades anônimas.
5 - Documento que formaliza o contrato de seguro.
Apregoação
Ato de apregoar a compra ou venda de ações, mencionando-se o papel, tipo, a quantidade de títulos e o preço pelo qual se pretende fechar o negócio executado por um operador, representante de sociedade corretora, na sala de negóciações (pregão).
Arbitragem
Sistemática que possibilita a liquidação física e financeira das operações interpraças, através da qual a mesma pessoa, física ou jurídica, atuando no mercado à vista, poderá comprar em uma bolsa e vender em outra, a mesma ação, em iguais quantidades, desde que haja convênio firmado entre as duas bolsas.
Arrecadação
1 - Segundo estágio da receita pública, consiste no recebimento da receita pelo agente devidamente autorizado.
2 - É o processo pelo qual, após o lançamento dos tributos, realiza-se seu recolhimento aos cofres públicos.
3 - É o ato de recebimento do imposto do contribuinte pelas repartições competentes e manifesta-se em dinheiro, de acordo com leis e regulamentos em vigor e sob imediata fiscalização das respectivas chefias.
4 - Arrecadação da receita consiste em cobrar os tributos, recebê-los e guardar o numerário respectivo, podendo ser direta (por coleta, por unidades administrativas e por via bancária) ou indireta (arrendamento, retenção na fonte e estampilha).
Arrendamento (Mercantil) ou Leasing
Utilização de ativos fixos específicos sem deter efetivamente a sua posse. O arrendatário recebe os serviços dos ativos arrendados pelo arrendador, que possui os ativos. Exige-se um pagamento periódico, chamado contraprestação, dedutível para fins de imposto de renda. Um arrendamento operacional é geralmente um acordo cancelável a curto prazo. Um arrendamento financeiro é um contrato não cancelável a longo prazo.
Assembléia geral extraordinária
Reunião dos acionistas, convocada e instalada na forma da lei e dos estatutos, a fim de deliberar sobre qualquer matéria de interesse social. Sua convocação não é obrigatória, dependendo das necessidades específicas da empresa.
Asset allocation
Trata-se da alocação de recursos utilizada pelos profissionais do mercado financeiro para fazer referencia à escolha de ativos para a sua carteira administrada. Asset allocation é o ato do administrador do fundo de selecionar, entre os diversos tipos de ativos, aqueles que farão parte da carteira do fundo e em que percentual de participação.
Asset management ou Conta de gerenciamento
Conta junto a uma corretora, banco ou instituição de poupança em que se combinam serviços bancários ? como emissão de cheques, cartões de crédito e débito, serviços de corretagem como compra de títulos e empréstimos de margem ? e a conveniência de registrar todas as operações financeiras em um extrato mensal.
Atividade
Conjunto de operações que se realizam de modo contínuo e que concorrem para a manutenção da ação do governo.
Ativo
Bens, direitos e valores pertencentes a uma empresa ou pessoa. Exemplo: imóveis, dinheiro aplicado, ações, jóias etc.
Ativo circulante
São os ativos mais líquidos da empresa, ou seja, aqueles que possuem grande facilidade e rapidez em serem transformados em dinheiro. Exemplo: duplicatas a receber. Na linguagem técnica da contabilidade, é definido como os bens e direitos a realizar num prazo inferior a 365 dias da data do encerramento do exercício social.
Ativo compensado
Contas com função principal de controle, relacionadas aos bens, direitos, obrigações e situações não compreendidas no patrimônio mas que, direta ou indiretamente, possam vir a afetá-lo, inclusive os referentes a atos e fatos administrativos da execução orçamentária.
Ativo financeiro
Créditos e valores realizáveis independentemente de autorização orçamentária, bem como os valores numerários.
Ativo fixo ou Ativo permanente
São ativos que a empresa não tem intenção de vender no curto prazo e que são mais difíceis de se converter em dinheiro imediatamente, surgindo uma necessidade financeira. Exemplo: prédios, máquinas, equipamentos etc.
Ativo líquido
Diferença positiva entre o ativo e o passivo.
Ativo patrimonial
Conjunto de valores e créditos que pertencem a uma entidade.
Ativo permanente
Bens, créditos e valores cuja mobilização ou alienação dependa de autorização legislativa.
Ativo realizável a longo prazo
Direitos realizáveis normalmente após o término do exercício seguinte.
Ativo-objeto
Instrumento ou ativo designado que pode ser entregue para um contrato de opções. Por exemplo, o ativo pode ser referenciado em: ações, commodities, moedas, índices, instrumentos financeiros, ou contratos futuros (no caso de uma opção sobre contrato futuro).
Atos administrativos
Medidas postas em prática para que a administração pública alcance os seus objetivos.
Atribuições do órgão central de orçamento
1 - Preparar instruções para elaboração das propostas orçamentárias;
2 - orientar e coordenar as atividades dos órgãos setoriais;
3 - analisar e consolidar as propostas orçamentárias dos órgãos setoriais, elaborando a proposta da União;
4 - acompanhar o cumprimento do programa de trabalho e realizar a avaliação físico-financeira dos projetos e atividades;
5 - disciplinar os critérios da execução orçamentária.
Atribuições do órgão setorial de orçamento
1 - Preparar instruções para elaboração das propostas orçamentárias setoriais (caso necessário);
2 - orientar e coordenar as atividades dos órgãos seccionais; analisar e consolidar as propostas orçamentárias dos órgãos seccionais, elaborando a proposta do ministério;
3 - elaborar o programa de trabalho do ministério;
4 - acompanhar o cumprimento do programa de trabalho e realizar a avaliação físico-financeira dos projetos e atividades do ministério; elaborar e controlar a programação de desembolso;
5 - disciplinar os critérios da execução orçamentária observadas as normas do órgão central.
Atuário
Tipo de cálculo matemático muito utilizado pelas companhias de seguro para determinar o preço das apólices de seguro a partir do estudo das probabilidades de que ocorram acidentes ou sinistros.
Auditor financeiro
Profissional responsável por fiscalizar as operações financeiras da empresa.
Auditoria
Exame da saúde financeira de uma empresa, realizada de forma independente, sem nenhum vínculo permanente com a empresa. Esta avaliação busca dar maior credibilidade às informações divulgadas, bem como maior segurança para os usuários das mesmas.
Aumento de capital
Incorporação de reservas e/ou novos recursos ao capital da empresa. Realizado, em geral, mediante bonificação, elevação do valor nominal das ações e/ou direitos de subscrição pelos acionistas, ou também pela incorporação de outras empresas.
Aumento do valor nominal
Alteração do valor nominal da ação em conseqüência de reservas ao capital de uma empresa sem emissão de novas ações.
Aumento vegetativo da receita
Aquele que se verifica naturalmente, devido, via de regra, ao crescimento econômico, sem alteração das regras tributárias.
Autarquia
Entidade administrativa autônoma, criada por lei com personalidade jurídica de direito público, patrimônio próprio e atribuições estatais específicas para realizar os fins que a lei lhe atribuir.
Autarquia de regime especial
Aquela a que a lei instituidora conferir privilégios específicos e aumentar a sua autonomia comparativamente com as autarquias comuns. São autarquias de regime especial, entre outras: Banco Central do Brasil (Lei nº 4559/64), Comissão Nacional de Energia Nuclear (Lei nº 4118/62) e Universidade de São Paulo (Decreto-Lei nº 13855/44).
Autorização
Consentimento dado ao administrador para realizar determinada operação de receita ou de despesa pública.
Auxílios
Ajuda concedida pelo poder público, para fins diversos, geralmente com objetivos altruísticos.
Averbação
Documento utilizado pelo segurado para informar à seguradora sobre verbas e objetos a garantir nas apólices abertas.
Averbadora
Pessoa jurídica contratante de plano de seguro de previdência privada, que não é participante do custeio do mesmo.
Aversão a risco
Característica de investidores que não querem correr riscos, aceitando, portanto, obter um retorno menor dos seus investimentos.
Aviso de negociação de ações
Comprovante de operação enviado pela Bolsa de Valores ao comitente (investidor).
Grupo RBS