Guia de Saúde em Santa Catarina | hagah SC

Encontre tudo que você precisa para sua saúde no hagah. Clínicas, hospitais, médicos, cirurgia plástica, exames, farmacias, dentistas e muito mais em Florianópolis e em SC.

Buscar por saúde em Santa Catarina:
 

Notícias

Brasileiros começam Sul-Americano de Clubes com o pé direito

Cimed, Sada, Minas e Brasil Vôlei bateram os adversários

Bruna Bernardes  |  bruna.bernardes@rbsonline.com.br

O primeiro dia de jogos do Sul-Americano de Clubes, nesta quarta-feira, dia 7, em Florianópolis, foi de hegemonia do Brasil. Os brasileiros confirmaram o favoritismo e venceram todas as partidas. A Cimed fez uma bela estreia e arrasou com o time do Uruguai. O único time estrangeiro que pode chegar entre os finalistas é o Unión Formosa, da Argentina, que fez um difícil tie-break com o Sada Cruzeiro. Brasil Vôlei e Minas não enfrentaram dificuldades. Ambos fecharam em 3 a 0.

Brasil Vôlei Clube x COC Colômbia

Com Dante e Marlon, mas sem a presença do líbero Escadinha, o Brasil Vôlei não teve problemas em vencer o COC (Colômbia). Os brasileiros fecharam o jogo em 3 sets a 0 (25/14, 25/18, 25/12) e dominaram a partida do início ao fim.

— Controlamos o jogo e conseguimos dominar a partida em todos os fundamentos — disse o técnico Rubinho, do Brasil Vôlei.

Rubinho também comentou sobre a ausência do líbero Escadinha, que sofreu uma lombalgia:

— O Escada não está totalmente recuperado. Optamos por deixar ele de fora por uma questão de segurança — explicou.

O levantador Marlon e o ponteiro Dante se mostraram muito entrosados, apesar de Marlon ter estado com a seleção brasileira ultimamente. Dante fez a diferença atacando do fundo, da rede e bloqueando muito bem. Junto com Escadinha, os dois são exemplos para os meninos mais novos:

— Conversamos muito com os meninos. Cobramos também, porque é necessário cobrar. Mas é uma cobrança sadia, para melhorar — disse Marlon.

Para o técnico da Colômbia Cristian Cruz, esta não foi a melhor partida de sua equipe:

— Não foi nossa melhor atuação. A inexperiência dos meus jogadores pesou e não conseguimos jogar. Acredito que durante a competição nós vamos melhorar — concluiu.

Sada Cruzeiro x Unión Formosa (Argentina)

Sada e Formosa fizeram a partida mais disputada do dia. Os mineiros venceram por 3 a 2 (23/25, 25/14, 27/25, 20/25, 15/11). O jogo começou equilibrado, com bons saques e ataques dos dois lados. Foi assim até o final. Os argentinos acabaram fechando o primeiro set com dois pontos de diferença.

A equipe de Formosa é a única equipe estrangeira que pode vir a fazer frente com algum dos times brasileiros. No elenco, ninguém menos que o atacante Milinkovic. Com 37 anos, o jogador ainda faz toda a diferença nos times em que atua. Milinkovic e Alex Moreno foram os mais acionados no ataque.

No comando das equipes dois ex-levantadores olímpicos: Pelo Sada Cruzeiro, Talmo — campeão em Barcelona-1992, e no lado do Formosa, Waldo Kantor — medalha de bronze em Seul-1988. Para Kantor, faltou entrosamento no time argentino:

— Temos que entrosar mais. O time respondeu bem, mas o Sada é forte. Tivemos o terceiro set nas mãos, mas não conseguimos fechar. Faltou um pouco de determinação e equilíbrio — disse Kantor.

Talmo gostou do volume de jogo de seu time:

— Jogamos com paciência e conseguimos dar volume de jogo. Daqui para frente, precisamos melhorar o saque e os contra-ataques. Foi um jogo difícil, contra um adversário direto. Gostei da mudança de atitude que meu time teve no quinto set.

Outro importante destaque foi a volta do ponteiro Samuel. O jogador passou por uma cirurgia no ombro e estava há muito tempo sem jogar. Contra o Formosa ele entrou em quadra e foi elogiado pelo treinador:

— Fico muito feliz com a volta do Samuel. Ele estando de volta ao grupo, participando, e ajudou nosso time a manter o equilíbrio no passe — concluiu Talmo.

Cimed x Nacional (Uruguai)

A Cimed não encontrou nenhuma dificuldade para vencer o Nacional. Com Bruninho de volta, totalmente recuperado da lesão no punho, os catarinense fecharam a partida em 3 a 0 (25/9, 25/11, 25/14).

O jogo foi bem tranquilo para a Cimed, o time sacou bem. Éder e Bruninho conseguiram boas sequências que fizeram o time deslanchar no final dos sets. O oposto Jamelão e o ponteiro Thiago Alves também atuaram bem. O técnico Marcos Pacheco conseguiu colocar todos os jogadores em quadra:

— Conseguimos colocar todos os jogadores em atividade. Não tínhamos muitas informações sobre o Uruguai, mas cumprimos nosso primeiro objetivo que era de dar ritmo para nossos atletas. Temos jogos difíceis pela frente e vamos nos concentrar jogo a jogo — explicou.

Para o comandante do Uruguai, Roman Correa, o objetivo dos uruguaios era ganhar apenas um set:

— Estamos jogando contra atletas muito importantes. Nosso objetivo era ganhar um set e marcar o maior número possível de pontos. Fomos melhorando dentro da partida, mas a adaptação à quadra e ao saque do adversário foi bem difícil — disse Roman.

Minas x Club Deportivo (Peru)

Os mineiros ganharam fácil e rápido do time do Peru. Com 1h de jogo, o Minas fechou em 3 a 0 (26/10, 25/16 e 25/13) em uma atuação precisa. Com um saque forte e boas combinações de ataque com André Nascimento e Maurício, o Peru não conseguiu impor seu ritmo de jogo.

O técnico do Minas, Marcos Miranda, conseguiu revezar bastante os jogadores. O levantador Luizinho entrou bem e manteve o nível do contra-ataque mineiro. Para Miranda, o Minas procurou fazer um jogo focado:

— O Peru não tem tanta tradição no vôlei como Brasil e Argentina. Já imaginávamos um jogo tranquilo. Procuramos manter nosso ritmo jogando focados e determinados. Sempre mantendo o respeito pelos adversários — falou Miranda.

A segunda rodada de jogos ocorre nesta quinta-feira, dia 8, no ginásio do Capoeirão, em Florianópolis. O primeiro jogo será as 14h, entre Brasil Vôlei Clube e Nacional (Uruguai). Os ingressos custam R$ 10 e podem ser adquiridos no local. Confira os outros jogos do de quinta:

16h: Sada Cruzeiro x Club Deportivo (Peru)
18h: Cimed x COC (Colômbia)
20h: Minas x Unión de Formosa (Argentina)

As semifinais e finais serão disputadas no sábado e domingo, dias 10 e 11, na Arena Multiuso, em são José. Os ingresso custam R$ 15.

CLICESPORTES

Mapa do Site | Dúvidas Frequentes | Fale com o hagah | Anuncie

© 2006 - 2013 hagah.com.br

Todos os direitos reservados

Grupo RBS