Notícias

 | 13/12/2010 21h16min

Blumenau perde Artur Novaes para o câncer

Dono de muitos títulos e descobridor de talentos, professor Artur Novaes morreu aos 54 anos

O esporte blumenauense, tão acostumado às conquistas, perdeu um ícone. Artur José Novaes, o pai do vôlei da cidade, pelo qual alcançou vários títulos, morreu na madrugada desta segunda-feira, aos 54 anos. Perdeu a batalha contra a leucemia, a qual travava desde 2002.

Artur era um ícone do esporte de Santa Catarina. Em Blumenau desde 4 de março de 1976, quando foi aprovado no vestibular de Educação Física da Furb e começou a trabalhar na Escola Barão do Rio Branco, foi o responsável pela descoberta e pelo desenvolvimento de talentos consagrados como a ponta Ana Moser _ bronze nas Olimpíadas de 1996 pela Seleção Brasileira _ e o ponteiro Thiago Sens, jogador do Medley/Campinas, com passagens pela Seleção Brasileira.

Artur era casado com Lidiane e deixa três filhos. O velório foi organizado na Igreja Evangélica de Confissão Luterana, no Centro. O sepultamento ocorreu à tarde, no cemitério da igreja.

Artur e vôlei eram sinônimos perfeitos. Nasceu em 11 de setembro de 1956, em Rio do Sul, mas foi em Blumenau que desenvolveu a próspera trajetória de esportista. A modalidade era a paixão que o movia desde os 14 anos, ao começar a competir como jogador. Nas aulas da escola Barão e da Furb, onde trabalhava ensinando vôlei e atletismo, ou nos treinamentos com os times de Blumenau concretizava diariamente a devoção ao esporte. A dedicação começou a dar frutos em 1985, quando o vôlei de Blumenau passou a se projetar nacionalmente com o trabalho iniciado com os alunos da Barão.

JORNAL DE SANTA CATARINA
TRAJETÓRIA DE CONQUISTAS
  • A primeira grande conquista de Artur Novaes foi nos Joguinhos Abertos de Joaçaba, em 1993, com o time de Blumenau
  • Dois anos depois, comandou praticamente o mesmo time de garotos e foi vice-campeão dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). A performance ficou na memória do técnico, que o considerava quase como um título a vitória na semifinal por 3 sets a 0 contra São Bento do Sul - time que havia derrotado Blumenau em todos os jogos naquele ano -. Era seu primeiro ano como técnico do time adulto de Blumenau. No ano seguinte, o time repetiu o vice-campeonato
  • Em 1997 quebrou o jejum de 17 anos e reconquistou o troféu Estadual para o vôlei masculino de Blumenau
  • No mesmo ano, conquistou o primeiro título dos Jasc como treinador do time masculino. A conquista se repetiu em 1998 e 1999
  • Foi atuante na elaboração do projeto e na busca por patrocinadores que ajudaram a levar a equipe da Escola Barão do Rio Branco à Superliga em 1998 e 1999, com o time Barão/Ceval
  • Em 2004, atuou pela última vez como técnico da equipe masculina de Blumenau nos Jasc. Foi campeão e ajudou a delegação blumenauense a conquistar o título geral da competição
  • Como dirigente, foi presidente do Clube Escolar Barão do Rio Branco de 1987 a 2006, presidente da Federação de Ginástica de Santa Catarina em 2005 e 2006, e diretor da Fundação Municipal de Desportos de Blumenau em 2005. Também foi membro do Conselho Estadual de Desportos, em 1998, e conselheiro da Federação Catarinense de Voleibol de 2003 a 2005
  • Em 2007 e 2009 atuou como supervisor técnico do time de Blumenau, que conquistou o título dos Jasc no vôlei masculino
  • Foi um dos criadores e colaboradores do projeto da Associação Blumenauense Pró-Vôlei, que ajudou a levar novamente o vôlei masculino de Blumenau à disputa da Superliga, em 2009
  • De 1976 a 2007 deu aulas na Escola Barão do Rio Branco e há 29 anos trabalhava no Departamento de Educação Física da Furb, onde acumulou o cargo de coordenador de esportes até o ano passado.

Comente esta matéria

Mais Notícias

Saúde  22/12/2014 15h21min
Você conhece o Dezembro Laranja?
Guia de Praias SC  21/11/2014 18h06min
Conheça os pontos impróprios para banho no litoral catarinense

Grupo RBS  Dúvidas Frequentes | Fale Conosco | Anuncie | Trabalhe no Grupo RBS - © 2011 clicRBS.com.br • Todos os direitos reservados.