eleições 2008

 

 
9 de agosto de 2022
 

Municípios do RS | 04/07/2008 | 23h30min

Schirmer é candidato a prefeito de Santa Maria pela terceira vez

Coligação Juntos por uma Santa Maria Melhor foi a segunda a confirmar a candidatura

Jaqueline Silveira | jaqueline.silveira@diariosm.com.br

O segundo a confirmar participação na disputa pela prefeitura de Santa Maria foi o deputado federal Cezar Schirmer (PMDB). Na convenção do dia 22 de junho, os principais partidos de oposição ao governo Valdeci Oliveira (PT) selaram uma aliança lançando Schirmer como candidato à prefeitura e o ex-deputado estadual José Farret (PP), como vice.

Representando a coligação Juntos por uma Santa Maria Melhor (PMDB, DEM, PP, PPS, PSDB, PV e PTN), Schirmer, 56 anos, é um veterano na política. Ele já soma 35 anos de vida pública.

A militância começou ainda nos bancos escolares. Na começo da década de 70, foi vice-presidente de Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e presidente do Conselho de Diretórios Acadêmicos do DCE.

Na época em que ainda era estudante de Direito da UFSM, Schirmer conseguir chegar à Câmara de Vereadores. Em 1972, aos 20 anos, elegeu-se o vereador mais jovem da cidade, na época pelo MDB.

Da Câmara foi direto para a Assembléia Legislativa. Em 1974, tornou-se o deputado mais jovem do país com 22 anos. No mesmo ano, o peemedebista recebeu o diploma de advogado. Boa parte dos seus 35 anos de carreira política foi construída, justamente, no Legislativo estadual.

Foram cinco mandatos consecutivos (19974 a 1995), chegando a ocupar o posto mais importante da Assembléia: foi presidente da Casa de 1991 a 1992. Lá, ainda desempenhou o papel de líder da bancada do PMDB e fez parte das comissões do Legislativo.

Entre um mandato e outro na Assembléia, o advogado foi para o governo do Estado. Em 1985, Schirmer tomou posse como secretário da Fazenda do governo Pedro Simon (PMDB).

Um ano depois de ter saído do Piratini para o Legislativo, o deputado voltou, em 1989, a integrar a equipe de Simon. Dessa vez, como chefe da Casa Civil. Ele ainda assumiu a pasta Agricultura, porém no governo do peemedebista Antônio Britto (1995 a 1998).

Em meio a carreira política construída em Porto Alegre, Schirmer concorreu em 1992 a prefeito de Porto Alegre, mas não se elegeu.

Depois de Porto Alegre, Schirmer foi fazer política na Capital Federal. Em 1998, o santa-mariense foi eleito deputado federal. Em meio ao mandato, Schirmer concorreu, em 2000, a prefeito de Santa Maria, mas não venceu.

Já em 2002, garantiu a reeleição para a Câmara. Em 2004, o deputado, que é casado com a filósofa Maria de Fátima e pai de três filhas (Maria Augusta, 24 anos, Maria Luiza, 23, e Ana Júlia, 19) disputou novamente a prefeitura, sem ser eleito.

Foi no seu segundo mandato como deputado federal, que seu trabalho ganhou maior projeção. Como integrante do Conselho de Ética da Casa, o peemedebista recebeu a missão de ser o relator do pedido de cassação do ex-presidente da Câmara, João Paulo Cunha (PT-SP).

No mesmo ano, tentou a terceira reeleição como parlamentar, mas ficou como primeiro suplente. Mesmo assim, assumiu o cargo na vaga deixada por Osmar Terra (PMDB), que foi para a Secretaria Estadual de Saúde.

Enquanto desempenha o mandato na Capital Federal, Schirmer irá novamente enfrentar o desafio de disputar o comando do poder em Santa Maria.


Confira gráfico com os candidatos de Santa Maria, Caxias e Porto Alegre:



 

 

Lauro Alves  / 

Schirmer irá novamente enfrentar o desafio de disputar o comando do poder em Santa Maria

Comente esta matéria

Notícias Relacionadas

Confira no eleicoes2008.com.br outras notícias relacionadas com esta matéria

Grupo RBS

Dúvidas Freqüentes | Fale conosco | Anuncie - © 2000-2008 RBS Internet e Inovação - Todos os direitos reservados.