clicRBS
Nova busca - outros
 

eleições 2008

 

 
23 de julho de 2019
 

Eleições 2008 | 17/10/2008 | 08h53min

PT e padres preparam manifesto contra rejeição à Marta Suplicy

Objetivo é reduzir os preconceitos de católicos que não simpatizam com a candidata

Em mais uma ofensiva para diminuir a rejeição de Marta Suplicy na corrida à prefeitura de São Paulo, petistas e padres da chamada ala progressista preparam um manifesto para ser distribuído em várias missas no próximo domingo. A mensagem, que deve ser batizada de Carta aos Cristãos, tem o objetivo de diluir os preconceitos de católicos que torcem o nariz para Marta por causa da defesa feita por ela do direito ao aborto e da união civil entre homossexuais.

A idéia começou a ser discutida na terça-feira entre religiosos da Região Episcopal de Belém e o chefe de gabinete do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Gilberto Carvalho, que entrou na campanha com a tarefa de "desmontar preconceitos" contra Marta. Na Carta aos Cristãos, os padres devem recomendar o voto na petista. O argumento a ser usado no manifesto para atrair os votos dos católicos é o de que a candidata apoiada por Lula sempre seguiu os princípios da fraternidade e da solidariedade em seu governo.

Nas conversas que manteve com padres e evangélicos nos últimos dias, Carvalho disse que o governo Marta (2001-2004) foi voltado para "os pobres e a prática da caridade". Todo o esforço da equipe de Marta é para reduzir o índice de rejeição da petista — na casa de 32%, segundo o Ibope. Além da panfletagem nas igrejas, o comitê petista também prepara um grande ato com os evangélicos na noite deste sábado. 

 

AE

 

Comentários

Victor Romania

Denuncie este comentário21/10/2008 22:49

Todos (padres, religiosos, leigos etc) que estão ajudando neste manifesto estão desobedecendo a Igreja, pois se sabe muito bem que tanto o homossexualismo quanto o aborto são condenados por Deus na Biblia e sempre foram condenados pela Igreja como pecado. Quem apóia conscientemente o aborto, direta ou indiretamente, está excomungado ipso facto. E quem aprova ou permite a sodomia, peca clamando os céus por vingança, como se ensina no antigo Catecismo Maior de S. Pio X. Algum Bispo se manifestará?


Victor Romania

Denuncie este comentário21/10/2008 22:22

Vivemos em democracia, e nas estatísticas do IBGE os católicos somam 120 milhões de brasileiros, a Igreja Católica tem, obviamente, o direito democrático de expressar a sua opinião. Afinal, a história de nosso Brasil é Católica! Quem foi Padre José de Anchieta?!? Qual relação dele com SP? Iremos nós então apagar nossa história? Paciência né... nossa história e nosso povo (maioria) é católico! Logo nossos governantes (das coisas temporais), tem que nos dar condições de exercer a livremente a Fé!!

Comente esta matéria

Mais Notícias

Grupo RBS

Dúvidas Freqüentes | Fale conosco | Anuncie - © 2000-2008 RBS Internet e Inovação - Todos os direitos reservados.