clicRBS
Nova busca - outros
 

eleições 2008

 

 
21 de março de 2019
 

Municípios do RS | 07/07/2008 | 10h58min

Sartori dá largada na campanha em Caxias do Sul

Prefeito começou busca pela reeleição com caminhada na zona oeste de Caxias do Sul

Vania Espeiorin | vania.espeiorin@jornalpioneiro.com.br

Os apoiadores do candidato a prefeito José Ivo Sartori (PMDB) caminharam literalmente a seu lado, ontem, no primeiro dia da campanha eleitoral. A largada em busca da reeleição do prefeito foi dada no bairro Reolon, zona oeste da cidade. Dezenas de pessoas, entre as quais vários secretários e ocupantes de cargos de confiança (CCs) da prefeitura, acompanharam Sartori e o vice Alceu Barbosa Velho (PDT), candidatos da coligação Caxias Para Todos (PMDB/PDT/PTB/PP/PSDB/DEM/PSB/PV/ PPS/PHS/PR/PRB/PSC/PSDC).


Sartori calçou tênis. Já Alceu reafirmou seu espírito tradicionalista e optou pelo par de botas para percorrer, por uma hora, as ruas do Reolon. Ciceroneados pelo presidente da Associação de Moradores (Amob) do Reolon, Ori Varela, Sartori e Alceu bateram à porta de algumas residências. Na maioria delas, foram bem recebidos, conversaram e tomaram chimarrão. Uma das cuias foi oferecida pelo proprietário do Bar do Nino, Adelino Santos da Silva, 51 anos. Ao ver que Sartori estava no bar do marido, a agente comunitária de saúde Dionéia de Lima, 48, fez questão de saudá-lo.


– Oi, Sartori! O senhor foi meu professor – lembrou ela, desejando sucesso ao peemedebista e a Alceu.


Sem desperdiçar a oportunidade e sem brincar com a sorte, no embalo do desejo de sucesso da moradora, Alceu apanhou galhos de arruda de um canteiro em frente ao bar. Um colocou atrás da orelha e outro entregou a Sartori, que prosseguiu o percurso seguido por militantes. Eles cantavam o jingle da eleição de 2004 e carregavam bandeiras dos partidos da aliança.


Num dos condomínios visitados, o candidato à reeleição cumprimentou o eletricista Igor Pereira, 20, e aproveitou para fazer uma brincadeira com o jovem:


– E esse barbicacho (referindo-se a um pequeno cavanhaque)?


– É para mostrar respeito - respondeu Igor, espontaneamente.


– Eu fiquei até os 18 anos tentando ajeitar e se ajeitou – completou Sartori, despedindo-se do eletricista e pedindo desculpas pelo gracejo.


Mas como em toda candidatura há adeptos e contrários, Sartori não passou ileso de cobranças no primeiro ato da campanha de 2008. No mesmo condomínio em que brincou e recebeu acenos e abraços, o peemedebista, tendo a companhia do secretário municipal da Habitação, Francisco Rech, deparou com uma crítica feita pelo casal Julio Borges, 29, e Vilma Fiuza, 29.


– Essa obra (condomínio) está inacabada. Fomos na prefeitura para solicitar que fosse terminada e esse cara (apontando para Rech) nos humilhou – disse Vilma.


– Nunca humilhei ninguém – respondeu Rech, explicando que os moradores ainda não estão pagando mensalidade pela moradia.


Sartori ouviu o casal, mas preferiu deixar para Rech resolver a situação. Daí em diante, o peemedebista visitou mais algumas famílias e continuou o passeio em carreata pelas demais ruas do bairro.


Oposição


A Frente Popular (PT/PC do B/PMN/PSL), do candidato a prefeito Pepe Vargas (PT) não promoveu atividade no domingo em função da morte do pai do petista, Mauro Diniz de Vargas, 88, na sexta-feira.

 

PIONEIRO

 

Juan Barbosa  / 

Sartori começou caminhada da campanha pelo bairro Reolon

Comente esta matéria

Notícias Relacionadas

Confira no eleicoes2008.com.br outras notícias relacionadas com esta matéria

Grupo RBS

Dúvidas Freqüentes | Fale conosco | Anuncie - © 2000-2008 RBS Internet e Inovação - Todos os direitos reservados.