clicRBS
Nova busca - outros
 

Diário de Santa Maria

28/05/2010 | N° 2510AlertaVoltar para a edição de hoje

AVIAÇÃO

Piloto morre em acidente de avião

Acidente ocorreu na Bahia. Vítima era de Santa Maria

O piloto santa-mariense Jacson Araújo Dariva, 41 anos, morreu na quarta-feira, quando seu avião agrícola caiu em uma fazenda de Correntina, na Bahia, quase na divisa com Goiás. Ele será enterrado hoje, às 9h, em Santa Maria.

Segundo o Corpo de Bombeiros de Posse (GO), o acidente aconteceu por volta de 11h de quarta-feira. O avião pilotado por Dariva caiu na Fazenda Panorama, uma propriedade rural do grupo SLC Agrícola, que fica em Correntina e tem 22 mil hectares, com plantações de soja, algodão e milho.

No momento do acidente, ele pulverizava defensivos agrícolas. O avião ficou totalmente destruído. Dariva morreu na hora da queda.

– Na fazenda, há uma brigada de incêndio, treinada para agir em situações de emergência. Uma equipe nossa se deslocou até a fazenda e encontrou os funcionários vindo em direção a Posse. A vítima já estava sem os sinais vitais – diz o soldado Valdir de Lima, do Corpo de Bombeiros de Posse, que fica a 80 quilômetros do local do acidente.

O corpo de Dariva foi levado de avião da Bahia para Porto Alegre. Ontem à tarde, foi conduzido até Santa Maria, onde chegou no início da noite. Imediatamente, começou o velório. O enterro será no Cemitério Santa Rita de Cássia, bairro São José.

Dariva, conhecido como Caco, nasceu em Santa Maria. Formou-se pelo Colégio Agrícola da Universidade Federal de Santa Maria, atual Colégio Politécnico, mas isso não fez ele deixar o sonho de ser piloto de avião.

Primeiro, Dariva fez o curso de piloto privado no Aeroclube de Santa Maria. Depois, aperfeiçoou-se nos aeroclubes de Alegrete e Cachoeira do Sul. Nesse último, fez o curso de piloto agrícola, atividade à qual se dedicou na última década. No total, foram cerca de 20 anos na aviação.

Barreiras – Como técnico agrícola, Dariva trabalhou e morou em São Gabriel e Rosário do Sul, onde conheceu a mulher, Silvana Schilling Moreira, que lhe deu os dois filhos: Gabriel e Ana Clara. Ele ainda atuou como piloto em Bossoroca, na Região das Missões. Há cinco anos, morava em Barreiras, interior baiano, onde fica a empresa de aviação agrícola para a qual prestava serviços.

– Deixa muita saudade. Era uma ótima pessoa. A aviação do Rio Grande do Sul está de luto – comenta o piloto Leonardo Kaczmarck, 49 anos, amigo de Dariva desde a infância.

As causas do acidente serão investigadas pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), ligado à Aeronáutica.

luiz.roese@diariosm.com.br

LUIZ ROESE
MAIS
Índia
Um acidente com um avião da companhia Air India Express deixou 158 pessoas mortas no sábado. O avião saiu da pista e pegou fogo perto do aeroporto onde aterrissaria, no sul da Índia

 


Grupo RBSDúvidas Frequentes| Fale Conosco | Anuncie - © 2000-2014 RBS Internet e Inovação - Todos os direitos reservados.