Buscar

canal rural

18 de novembro de 2017
 

Agronegócio | 13/03/2009 | 19h19min

Produtores querem preço mínimo para suinocultura

Indústrias do setor compram menos e aumento da oferta derruba valor do produto no mercado

Melina Fernandes | Brasília

Produtores estão pressionando o Ministério da Agricultura a negociar com a equipe econômica do governo a liberação de uma nova linha de crédito, criando uma espécie de política de preço mínimo da suinocultura. A ideia é condicionar a liberação de crédito para indústrias à aquisição de carne suína por preços compatíveis com o custo de produção da atividade.

O motivo é a desconfiança dos bancos na hora de liberar. Com a crise, algumas instituições financeiras deixaram de aceitar a mercadoria como garantia para os financiamentos de comercialização e capital de giro. Com dificuldades de tomar empréstimos, as indústrias do setor estão comprando menos, e o aumento da oferta derruba o valor do produto no mercado.

Segundo a Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), em seis meses os preços caíram cerca de 50%. Em outubro de 2008, o quilo do animal vivo era vendido a indústria por R$ 3, no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no Paraná. Hoje esse valor não passa de R$ 1,60.

— É nítido que indústrias e produtores estão exauridos. De fato, existe dinheiro, mas está muito difícil de acessá-lo — diz o presidente da ABCS, Rubens Valentini.

Esse cenário também compromete a renda do produtor. Hoje, o custo de produção da suinocultura é de, em média, R$ 2,20 por quilo, mas 95% dos produtores recebem menos.

 

CANAL RURAL

 

 

Comentários

Carlos FRancisco Geesdorf  - 

Denuncie este comentário14/03/2009 14:55

Já passou da hora de termos um preço minimo estipulado pelo governo, sem este preço minimo, não temos como vender a CONAB, nem tampouco acessar a financiamentos porque nosso produto que é nossa maior riqueza não é aceito como garantia, as indústrias tem acesso a financiamentos sabe-se lá de que forma, estimulam o aumento de produção, e quando acontece qualquer percalço como por exemplo a crise atual, forçam cada vez mais o preço para baixo, arrancando o couro do produtor, enchendo as burras as suas custas e largando o pobre endividado com o financiamento, que eles arrumaram, aos leões. Voces já viram alguma indústria em qualquer crise chiar?, ir para algum canal de comunicação pedir alguma coisa? claro que não, quem paga R$ 1.60 por Kg de suíno e vende salame por R$ 25,00, não pode reclamar de nada mesmo, eles dão é risada dos trouxas que estão nas mãos deles. Perguntem quem foi que estruturou a suinocultura da RUSSIA?, que agora não quer mais comprar nossa carne.

 

Entretenimento

Grandes Fazendas

Haras ZD cria cavalos
raça quarto de milha

Criadores

O desbravador
do sertão verde

Mundo 4x4

Jipeiros do Brasil
na Patagônia

Gráficos

Cortes bovinos

Os principais cortes de carne bovina

Cortes suínos

Os principais cortes de carne suína

Cortes de frango

Os principais cortes de frango

Grupo RBSFale Conosco | Anuncie - © 2000-2017 RBS Internet e Inovação - Todos os direitos reservados.