Buscar

canal rural

18 de novembro de 2017
 

Agronegócio | 13/03/2009 | 08h31min

Maior cerealista do RS decide investir R$ 40 milhões

Obras permitirão o aumento da capacidade de armazenagem

A cerealista E. Orlando Roos, com sede em Não-Me-Toque, na região do Planalto, no Rio Grande do Sul, dará início a partir de abril à construção de três novas unidades de armazenagem no Estado, além da ampliação de uma quarta. Para a próxima semana, está prevista a assinatura do contrato entre a empresa e a CaixaRS que permitirá o repasse dos R$ 40 milhões necessários ao investimento.

Os recursos, oriundos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, permitirão a instalação de unidades em Tio Hugo, Ernestina e Almirante Tamandaré e a construção de novos silos na planta de Carazinho. Com isso, a cerealista – a maior produtora de sementes do Estado – passará a contar com 11 plantas em oito municípios do Planalto. Parte do empréstimo também será usada na modernização das atuais instalações, nas quais já estão sendo investidos R$ 10 milhões com recursos próprios.

A projeção do presidente da companhia, Orlando Roos, é de que os trabalhos sejam concluídos em um ano e resultem na ampliação de um terço do quadro funcional, hoje em 250 trabalhadores. A capacidade de armazenagem será elevada de 330 mil toneladas para 450 mil toneladas, com mais fôlego para a empresa.

– Hoje, já estamos tendo de vender milho a preços baixos para abrir espaço à safra – revela Roos.

O diretor de operações da CaixaRS, Rogério Wallau, explica que a linha de crédito para armazenagem está aberta tanto para produtores rurais quanto para cerealistas. No ano passado, foram repassados R$ 125 milhões para ampliar a capacidade de armazenamento em 500 mil toneladas de grãos. Com a crise, a meta é ao menos repetir o resultado de 2008.

O Estado tem uma capacidade estática de armazenagem de 22,116 milhões de toneladas. Para o presidente da Federação da Agricultura, Carlos Sperotto, a dificuldade não é apenas falta de espaço, mas também de armazéns controlados por produtores rurais, sozinhos ou em consórcio, para que possam dispor de mais autonomia no momento de vender a safra.

 

ZERO HORA

 

 

 

Comente esta matéria

 

Notícias Relacionadas

Confira no canalrural.com.br outras notícias relacionadas com esta matéria

 

Entretenimento

Grandes Fazendas

Haras ZD cria cavalos
raça quarto de milha

Criadores

O desbravador
do sertão verde

Mundo 4x4

Jipeiros do Brasil
na Patagônia

Gráficos

Cortes bovinos

Os principais cortes de carne bovina

Cortes suínos

Os principais cortes de carne suína

Cortes de frango

Os principais cortes de frango

Grupo RBSFale Conosco | Anuncie - © 2000-2017 RBS Internet e Inovação - Todos os direitos reservados.